Tipos de medicamento

13 de junho de 2014
Byoformula_profissional_05.jpg

De referência, similar, genérico e manipulado: conheça as diferenças entre esses tipos de medicamento.

Medicamento Referência: a eficácia, a segurança e a qualidade são comprovadas por registro na Anvisa e possuem nome comercial.

Medicamento Similar: é uma cópia do medicamento de referência, mas não tem a sua bioequivalência como o medicamento de referência comprovada. Tem um nome comercial, mas o medicamento referência não pode ser trocado por um similar.

Medicamento Genérico: tudo igual ao de referência. O Ministério da Saúde, através da Anvisa, avalia os testes de bioequivalência entre o genérico e seu medicamento de referência apresentados pelos fabricantes para a comprovação da sua qualidade. Genérico tem teste de bioequivalência, tem nome químico direto, não vem com nome comercial e tem um “G” na caixinha, que significa “medicamento genérico”, lei 9787/99. O medicamento de referência pode ser substituído por genérico, mas não pelo similar.

Medicamento Manipulado: é prescrito pelo nome químico, possui uma prescrição personalizada para aquele determinado paciente. O médico pode ajustar a dosagem, o período de tratamento e a forma farmacêutica. Pode-se associar mais de um medicamento numa mesma prescrição e a quantidade prescrita faz com que o paciente, ao final do tratamento, não tenha sobra nem falta de medicamento. Uma outra vantagem é a forma farmacêutica diferenciada, por exemplo: se é criança ou idoso e tem dificuldade de engolir, podemos manipular o medicamento em xarope.

Uma receita, para ser manipulada, precisa ter: o nome químico, a dosagem, a forma farmacêutica, o período de tratamento e o modo de tomar.

Beatriz de Castro Ribeiro

Farmacêutica responsável pela unidade Centro –  CRF 19495

Há mais de 35 anos comprometida com a saúde e bem-estar das pessoas.

 

Razão Social: YUKIKO ETO CIA LTDA
CNPJ: 47513205000134

Byofórmula © Copyright 2018 | Desenvolvido por OndaTKM